Um dilema entre as corporações que estão investindo em soluções de videoconferência ou revendo seu modelo atual de comunicação à distância é se vale a pena investir em tecnologia baseada em cloud  ou em on premise.

E é fácil entender o motivo dessa dúvida. A tecnologia tradicional (on premise) requer um custo alto de hardware, assim como eventuais expansões e atualizações da solução. Além disso, exige uma equipe de TI estruturada e preparada para gerir a operação da tecnologia, o que também onera o orçamento.

Enquanto que a videoconferência hospedada na nuvem (cloud) se torna uma solução mais em conta, já que o investimento em equipamento é menor  e a contratação é feita como serviço, ou seja, você paga pelo uso.

Porém, o modelo on premise é mais indicado para empresas de grande porte e que precisam ter 100% de controle das chamadas realizadas para uma gestão completamente segura da operação.

Não que a videoconferência em cloud não seja segura. Ela é, mas é importante saber que as informações são administradas pelo fornecedor contratado. Por isso, uma dica para aumentar o sigilo dos dados é solicitar um termo de confidencialidade para o parceiro.

Leve em consideração esses pontos e faça a escolha certa para sua empresa.

{{cta(‘5684aa43-7263-42ce-8b9e-fafdfab93814’)}}

comunicacao unificada

2020 © Seal Telecom