Vivemos hoje a era da transformação digital, com inovações que aspiram melhorias para a vida das pessoas. E, não seria diferente na área da saúde, já que a tecnologia sempre foi uma grande aliada, visando apoiar os profissionais e aprimorar os cuidados com pacientes. 

Nesse cenário, os hospitais brasileiros estão se movimentando para implementar algumas tecnologias que visam a segurança do paciente e a redução de custos, com progressos na gestão de processos e insumos.

Abordaremos nesse artigo algumas soluções geradas por meio dos avanços tecnológicos, que impulsionam uma nova cultura na medicina, no intuito de valorizar ainda mais a saúde e o bem-estar dos indivíduos. 

Tecnologias no setor de saúde no Brasil

De acordo com a pesquisa global “Perspectivas globais do setor de saúde 2020” realizada pela Deloitte, os sistemas de saúde podem visar a exclusão de barreiras operacionais, atuando com experiências digitais e segmentação de pacientes. O estudo aponta que tecnologias como Inteligência Artificial (IA), processamento de linguagem natural e Internet das Coisas (IoT) ajudam a fornecer serviços de saúde de maneira personalizada.

Separamos alguns exemplos de como a tecnologia está sendo aplicada no setor de saúde brasileiro. Veja a seguir:

IoT e IA

A chegada da Internet das Coisas (IoT) e da Inteligência Artificial (IA) favoreceu o processo de automação de alguns procedimentos hospitalares, o que fortalece desde a triagem da consulta, até à prevenção e tratamento de algumas doenças.

As tecnologias de conectividade e transmissão de dados já são uma realidade em alguns hospitais. Existem hoje soluções capazes de reunir informações que apoiam a construção de sistemas de suporte à decisão e possibilita a automatização da captura de dados por meio de uma plataforma on-line em tempo real, permitindo o acesso para todos os profissionais envolvidos no tratamento do paciente, inclusive os farmacêuticos, que com essas informações, entenderão se os remédios necessários estão disponíveis. Nesse caso, a plataforma ainda não é baseada em IA, mas não deixa de ser inovadora.

Entretanto, a Inteligência Artificial  já está sendo utilizada para ajudar a controlar a COVID-19. Médicos já utilizam uma plataforma que conta com um banco de imagens de tomografias e radiografias de pulmões de pacientes que testaram positivo para o coronavírus ou que estavam com suspeita. O objetivo é, por meio desses dados e de ferramentas de IA, conseguir diagnosticar os pacientes com mais rapidez, usando um algoritmo já testado na China.

Prontuário eletrônico

Diante de todos esses avanços tecnológicos, os papéis vêm se tornando obsoletos nos consultórios. Os prontuários eletrônicos junto a softwares de gestão de consultórios para agendamento de consultas têm sido cada vez mais implementados. São muitas as vantagens, como a otimização no atendimento, a disponibilidade com mais praticidade das informações do paciente, a integração dos dados que ficam centralizados numa única plataforma, a redução de espaço, e, também, a segurança dos dados, com menor risco de perdas. 

Como podemos ver, a tecnologia é uma grande aliada da medicina, e com as transformações digitais, essa parceria tende a crescer mais e mais. Felizmente, o Brasil tem potencial para englobar saúde e tecnologia, e as expectativas para que esses novos recursos sejam implementados nos hospitais e clínicas são enormes, objetivando melhorias, tanto para os profissionais, como para os pacientes. 

Telemedicina

A telemedicina se divide em especializações e seu uso também tem sido cada vez mais adotado.

Com o auxílio de tecnologia da informação e das telecomunicações, é possível fazer um atendimento à distância com eficiência, sendo uma estratégia com muitas vantagens, que ultrapassam barreiras geográficas, culturais e socioeconômicas. Além disso, no atual momento de distanciamento social, em prol da diminuição da propagação da COVID-19, as consultas por vídeo são uma boa opção.

Algumas soluções facilitam esse tipo de atendimento, conectando os cidadãos às agências de saúde com a funcionalidade necessária. Existe no mercado uma solução que oferece ferramentas de usabilidade de ponta, englobando uma central de comando, um aplicativo móvel para os pacientes e um despacho e gerenciamento para as equipes em campo, que fazem a conectividade entre todos os envolvidos. Com isso, é possível promover a comunicação entre paciente e o centro de comando via vídeo, voz ou texto, além de promover a interação entre centro de comando e equipe de campo (ou vice-versa). Outras vantagens dessa solução é a realização de monitoramento e rastreamento de recursos e pacientes, a definição de nível de criticidade e urgência dos chamados, o compartilhamento de vídeos com instruções para os cidadãos infectados ou não, entre outras atribuições que são de muita utilidade para a situação atual, e, também, em outras ocasiões, já que nos dias de hoje, a falta de tempo, muitas vezes, faz com que as pessoas deixam de ir até uma consulta.

A  Seal Telecom, multinacional brasileira de Engenharia de Projetos, certificada ISO 9001:2015, integra as mais avançadas tecnologias e oferece diversas soluções em comunicação unificada com alto potencial para beneficiar o setor de saúde. Para saber mais, entre em contato com um de nossos especialistas.

Mapa do site

Termos de uso

Privacidade

Cookies

2020 © Seal Telecom