Os últimos tempos geraram grandes dificuldades para todos os setores, mostrando radicalmente para as empresas o quão importante é estar preparado para possíveis crises. Todavia, são nesses momentos que percebemos a nossa capacidade de adaptação a novos cenários.

Diante das mudanças e de todos os últimos acontecimentos, foi preciso criar novas formas de trabalho. E, como todos já notaram, a tecnologia foi e ainda é uma grande aliada para redesenhar processos mais modernos e otimizados. 

Nesse contexto, uma das tecnologias que vem se consolidando é a IIoT – Industrial Internet of Things (Internet Industrial das Coisas). Sendo indispensável para a Indústria 4.0,  a solução está proporcionando às empresas diversos benefícios, como eficiência operacional e maior planejamento estratégico. 

IoT e IIoT: Qual a diferença?

Enquanto a IoT – Internet of Things (Internet das coisas) engloba a interconexão digital de objetos domésticos e dispositivos simples, tornando-os mais inteligentes e capazes de armazenar e transmitir dados; a IIoT é aplicada no setor industrial com o uso de sensores e atuadores inteligentes para melhorar os processos industriais e de fabricação, possibilitando que os equipamentos, sistemas legados e outros dispositivos se comuniquem entre si, sem necessariamente ter uma intervenção humana. 

Exemplificando a IoT, podemos colocar as Smart TVs, que integra a internet com a televisão para maior conveniência no dia a dia; e como exemplo da IIoT, pode-se colocar os óculos de realidade aumentada (AR), que tornam executável a integração de máquinas, processos e pessoas de modo a garantir mais eficiência nas operações de variados setores, como manufatura, varejo, saúde, monitoramento de cadeia de suprimentos e etc.

O impacto trazido com a implementação da IIoT 

A IIoT nada mais é que uma cadeia de dispositivos inteligentes a partir de redes vinculadas à banco de dados que viabiliza o monitoramento, a coleta, a troca e a análise de dados. Os equipamentos conectados enviam as informações para a infraestrutura IIoT, onde serão detectados dados úteis relacionados ao desempenho das máquinas em uso. Esses dados são utilizados tanto para aprimorar e automatizar os processos, como para prever falhas e manutenção.

Dessa forma, com a conectividade e automatização implementados nos processos manuais nas fábricas, a IIoT oferece uma nova percepção nas operações e na organização desses espaços, bem como o uso de mão de obra humana. 

Entre as mudanças promovidas pelo IIoT estão: decisões sendo tomadas baseadas em dados, manutenção mais inteligente, conectividade entre diferentes máquinas, habilitação de tecnologias de ponta (edge computing), entre outros.

Benefícios de adotar a IIoT 

Independentemente do segmento, as indústrias de qualquer tipo que implementam a IIoT em seus processos,  ganham diversos benefícios. Entre os principais, estão:

Eficiência operacional: Há a coleta de um grande número de dados e informação para a formulação do planejamento estratégico. Com isso, a IIoT permite um gerenciamento mais efetivo para tomadas de decisões mais rápidas e precisas. Além disso, com sensores instalados nos equipamentos, as falhas são identificadas em tempo real, e, então, a manutenção pode ser feita o quanto antes, evitando que haja paralisação dos processos.

Maior segurança aos colaboradores: A tecnologia facilita a aplicação da manutenção preditiva, o que contribui para um ambiente de trabalho mais seguro. Com a implementação de sensores, também é possível monitorar e controlar a segurança individual dos colaboradores, reduzindo riscos de acidentes. 

Redução de custos: A otimização dos processos, a manutenção preditiva e a redução de falhas e quebras tendem a proporcionar um maior controle do uso dos ativos nas empresas, o que, consequentemente, reduz os custos do negócio.

Muitas indústrias dos mais variados segmentos já vêm utilizando a IIoT em seus processos e, conforme apontado nesse artigo, são muitos benefícios adquiridos ao colocar em prática a implementação da tecnologia. Contudo, estamos vivenciando hoje a Indústria 4.0, cujo qual a IIoT faz parte, sendo primordial preparar o mindset da empresa para alcançar a transformação digital e então, tornar viável a incorporação dessas tecnologias emergentes do futuro.

A divisão de Building Information da Seal Telecom oferece soluções de engenharia com utilização de tecnologias abertas voltadas para o segmento de automação predial e segurança.  Com as nossas soluções, é possível garantir flexibilidade e qualidade não apenas na implementação das soluções, como também nos serviços de operação.

 

Mapa do site

Termos de uso

Privacidade

Cookies

2020 © Seal Telecom