A medida em que o contágio do coronavírus vai aumentando, vemos uma necessidade de comércios, empresas e estabelecimentos em manter suas atividades, ao mesmo passo em que tentam conter a propagação do vírus. Várias medidas foram tomadas, entre elas o uso de máscaras, a higienização constante com álcool gel e ainda a busca por formas de aferir a temperatura das pessoas que circulam em determinado ambiente. E, neste aspecto, as tecnologias surgem como grandes aliadas.

A Indústria de Tecnologia tem se movido para contribuir no combate a COVID-19, melhorando e adaptando tecnologias que já existiam, e que passaram a ser bastante úteis no dia a dia atual.  Na Europa, por exemplo, drones circulam pelas ruas emitindo avisos sonoros pedindo para as pessoas se manterem em casa, e na China robôs são usados para que o contato seja evitado, principalmente em hospitais e hotéis. Além disso, como a febre é um dos principais sintomas que ocorre no início da contaminação, contar com tecnologias que sejam capazes de identificar temperaturas tem sido importante, e é sobre essas tecnologias que iremos abordar neste artigo, apresentando a diferença entre câmera termográfica e câmera térmica.

Qual a diferença entre câmera termográfica e câmera térmica?

Os termos “Câmeras termográficas” e “Câmeras térmicas” podem ser confundidos facilmente. Ambas emitem raios infravermelhos capazes de reproduzir imagens feitas a partir da radiação de calor que é emitida por um corpo, mas, apesar de terem nomes e tecnologias parecidas, a aplicação e a função de cada uma são bem diferentes.

Enquanto as câmeras termográficas usam um software que monitora e realiza medições instantâneas de temperatura em ambientes internos, tendo capacidade de detectar pessoas com suspeitas de estado febril, as câmeras térmicas são utilizadas para o monitoramento de alterações de temperatura em locais externos, com maior limite de alcance, identificando, por exemplo, um ser vivo se movimentando em um grande perímetro em horário noturno, mas sem a capacidade de detectar suspeita de febre efetivamente. Veja os aspectos de cada uma detalhadamente:

Aspectos das câmeras termográficas:

– Capacidade de aferição de temperatura em ambientes internos e controlados;

– Detecção da temperatura de até 30 pessoas simultaneamente;

– Capaz de detectar a temperatura com margem de +- 0,3ºC;

– Alcance mediano de 1,5m a 3m;

– Emitem alertas que indicam quais pessoas devem ser examinadas mais cautelosamente, com um termômetro clínico;

– Não necessitam de licença por terem uma finalidade de triagem;

– Indicações de uso: shoppings, indústrias, supermercados, hospitais, locais de grande circulação de pessoas, etc.

Aspectos das câmeras térmicas:

– Baixa acuracidade não sendo capaz de identificar estado febril;

– Utiliza da temperatura corporal para ajudar a identificar um ser vivo em movimento em uma visão noturna;

– Alcance de grandes perímetros, com até 40 km de detecção;

– Necessário obtenção de um CR – Certificado de Registro do exército, pois podem ser consideradas um tipo de armamento bélico;

– Indicações de uso: Monitoramento de fronteiras, trechos de oleoduto e gasoduto; locais suscetíveis a fumaça, indústrias, etc.

Essas tecnologias já eram utilizadas para outros fins, mas na situação atual que estamos vivendo, principalmente as câmeras termográficas, estão sendo bem úteis. Hospitais e aeroportos, inclusive no Brasil, usam a tecnologia para detectar as pessoas que apresentam temperaturas mais altas, o que levanta a possibilidade de suspeita de febre, sintoma frequente da COVID-19. Dessa forma, é realizada uma triagem efetiva e sem contato físico à princípio, ajudando no controle da transmissão do vírus. Já as câmeras térmicas podem contribuir na mensuração de circulação de pessoas em locais onde o lockdown foi aderido, por exemplo, pois a tecnologia usa da temperatura corporal para identificar um corpo vivo em movimento.

E a Seal Telecom, multinacional brasileira de engenharia de projetos, segue contribuindo no combate a pandemia integrando as mais avançadas tecnologias e soluções end-to-end. Compartilhe seu momento com nossos especialistas e saiba qual a tecnologia mais adequada a sua necessidade.

seguranca

2020 © Seal Telecom