Um tipo de mundo virtual, capaz de replicar a realidade através de dispositivos digitais. Este é o conceito de metaverso, que une as tecnologias de internet, realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR) para promover a união entre os universos on e offline.

Trata-se de uma das principais tendências da atualidade, a qual pode parecer coisa de ficção científica, mas está cada vez mais próxima do dia a dia. É possível citar, por exemplo, pequenas demonstrações deste novo mundo com games como Second Life, Fortnite e Roblox, nos quais os jogadores interagem com o mundo inteiro com seus avatares personalizáveis. 

Além disso, gigantes como o Facebook e Microsoft já declararam que estão trabalhando no desenvolvimento de produtos para o metaverso. Inclusive, o criador da rede social, Mark Zuckerberg, mudou o nome da empresa para Meta Platforms Inc. Para saber mais sobre o assunto e suas aplicações em 7 diferentes segmentos, que vão muito além do entretenimento, acompanhe o post. 

Realidade virtual, aumentada, mista e estendida no metaverso

O metaverso, como citamos, é formado pela integração entre diferentes recursos tecnológicos disruptivos. Entenda cada um deles:

– realidade virtual (VR):

Funciona como uma interface entre o usuário e um sistema operacional por meio de recursos gráficos 3D ou imagens 360º. O objetivo é proporcionar a sensação de estar presente em um mundo virtual diferente do real. Para proporcionar a denominada imersão em tempo real, são utilizadas ferramentas computacionais e dispositivos como óculos de VR;

– realidade aumentada (AR):

Trata-se da integração de elementos virtuais a visualizações do mundo real através de sensores de movimento e câmeras. A utilização mais popular da tecnologia é em jogos, como o famoso Pokémon Go, em que os jogadores “caçam” Pokémons no mundo real através do aplicativo instalado em celulares e tablets;

– realidade mista (MR): 

Também chamada de realidade híbrida, une as características da VR com a AR, inserindo objetos virtuais no mundo real e permitindo a interação dos usuários com estes objetos, produzindo ambientes em que o online e o offline coexistem.

As três tecnologias citadas formam a realidade estendida (XR), que tem o objetivo de criar experiências digitais mais imersivas. Trata-se de uma verdadeira expansão da realidade, a qual inova pela inclusão de interações que vão além dos sentidos diretos, como visão e audição, simulando outras sensações. 

7 segmentos que podem se beneficiar com o metaverso

O avanço da realidade estendida no espaço partilhado do metaverso pode oferecer muito no melhoramento da sociedade. Confira algumas das aplicações já utilizadas são:

  1. Saúde

Neste setor, o metaverso pode ser usado, por exemplo, com ferramentas de assistência cirúrgica, a serem utilizadas pela telemedicina para avaliação de pacientes, exames clínicos, perfis e análise de sinais vitais. Para que isso ocorra, plataformas se conectam a vários dispositivos médicos, como estetoscópio, termômetros e dispositivos de ultrassom. Além disso, é possível fazer videoconferências e se utilizar da holografia.

  1. Militar

As forças armadas podem se valer do metaverso de diversas formas. O exército dos Estados Unidos, por exemplo, já está realizando treinamentos com óculos de visão noturna com realidade aumentada. O objetivo é fazer com que as incursões sejam mais eficientes em locais com pouca ou nenhuma luz, com a mudança nos tons esverdeados típicos dos equipamentos de visão noturna, que podem causar cansaço ocular, sendo mais agradável aos olhos.

Há também o Synthetic Training Environment, ou, traduzido, Ambiente de Treinamento Sintético (STE), projetado para fornecer um treinamento coletivo de múltiplos escalões e capacidade de ensaio de missão para os domínios de treinamento operacional, institucional e de autodesenvolvimento. Ele reúne ambientes de treinamento ao vivo, virtuais e construtivos em um único STE para componentes ativos e de reserva do exército, bem como civis. Prestará serviços de treinamento para plataformas terrestres, desmontadas e aéreas, e postos de comando nos pontos de necessidade. 

  1. Construção Civil

A realidade virtual vem sendo utilizada pelo setor imobiliário para realizar ações como mostrar apartamentos decorados aos potenciais clientes. Com o uso de óculos de VR, os mesmos podem caminhar pelo imóvel e conhecer detalhadamente cada ambiente. É possível ter a sensação de estar dentro do empreendimento, tendo recursos interativos como alterar pisos e mudar a cor de paredes ou a disposição dos móveis, por exemplo.

  1. Manufatura e produção

Uma área amplamente beneficiada pelo metaverso é a de manufatura. Suas aplicações vão desde treinamentos de equipes até simulações de produção, visualização da cadeia logística e planejamento de indústrias. Entre os benefícios, podemos destacar a possibilidade de projetar as operações de maneira mais eficaz, otimizando os processos produtivos, gerando economia e promovendo crescimento. 

  1. Educação

O metaverso traz a evolução do ensino. Com o uso de tecnologias como a realidade virtual, é possível inserir os estudantes nos mais diversos ambientes, tornando o processo de aprendizagem muito mais didático e eficiente. É possível, por exemplo, projetar a anatomia humana, ir ao espaço para conhecer o sistema solar, conhecer continentes, e diversas outras aplicações. 

  1. Entretenimento

Games, filmes e parques temáticos não serão mais os mesmos com a implementação deste novo conceito. O público poderá vivenciar as mais diversas situações, interagir com o mundo virtual dentro do ambiente real e estar conectado com pessoas a qualquer distância, tendo uma ampla experiência multissensorial no universo do entretenimento. 

  1. Esportes

O metaverso promete ser uma das grandes tendências da indústria do esporte. O jogador Cristiano Ronaldo já vem promovendo a ZujuGP, uma comunidade digital que permite assistir a jogos ao vivo virtualmente, comprar produtos, interagir com jogadores e apostar. No Brasil, a NBA, liga profissional de basquetebol, transformou a NBA House numa experiência 100% digital em 2021, com direito a eventos, transmissões e até mesmo lojas. E não para por aí! A empresa Arcadia se inspirou em filmes como TRON e Ready Player One e construiu a maior arena XR do mundo, onde atletas competem em jogos alucinantes, unindo o universo on e offline. 

Como a Seal Telecom pode apoiar empresas na implementação de projetos para o metaverso

Muito mais do que utopia ou ficção, o metaverso é uma tendência que certamente veio para ficar. Nesse contexto, a Seal Telecom, que hoje faz parte da Convergint, atua como parceira na oferta de ferramentas essenciais para a sua execução. 

Ouça também nosso podcast “Porque o metaverso vai revolucionar a internet”, com a participação de Nathan Valadares, fundador da beta101, onde conversamos sobre como o metaverso pode ser o grande propulsor que vai revolucionar a internet e a forma com que nos relacionamos.

[Ouvir agora no Seal Talks]

audio-e-video

Deixe aqui seu comentário:

2020 © Seal Telecom