Sem dúvida, a pandemia e as novas necessidades de isolamento social impulsionaram a busca de empresas, condomínios, escolas e hospitais pela implementação de controles de acesso mais rigorosos e precisos.

Mesmo antes do surto do Covid-19 e dos novos protocolos de proteção à saúde de todos, sempre houve um investimento em segurança patrimonial com a instalação de sistemas de controle que garantissem a segurança de moradores, funcionários e visitantes em diversos condomínios, empresas e estabelecimentos, mas o foco era direcionado para proteção de bens, máquinas e patrimônios além da integridade física.

Agora o que vem ocorrendo é uma ampliação do foco de proteção com a busca por sistemas de acesso ainda mais eficientes que apresentem recursos que também auxiliam no controle de pessoas que não apresentem sintomas do Covid-19 como por exemplo, a utilização de câmeras de segurança térmicas que medem e apresentam na tela de controle a temperatura de cada indivíduo que deseje entrar no recinto.

Outro recurso extremamente valioso para a proteção de todos os usuários são os sistemas que apresentem o recurso touchless dispensando o contato com a superfície física para a identificação, validação e liberação de acesso às áreas controladas. 

As 5 inovações em controle de acesso 

A demanda pela instalação destes novos sistemas vêm crescendo cada vez mais, por isso, inovações para o controle de acesso e segurança patrimonial e pessoal já estão disponíveis para todas as empresas. Confira algumas delas:

  1. Identificação biométrica sem toque

A identificação biométrica já estava presente anteriormente com a leitura das digitais para o controle de acesso, mas atualmente este processo já pode ser realizado sem a necessidade de contato com nenhuma superfície física.  

Agora o controle é realizado com máxima proteção contra eventuais contaminações através do reconhecimento facial, inclusive de indivíduos utilizando máscara de proteção; ou através da validação de acesso pela palma da mão. Veja:

  1. Reconhecimento facial

Conforme abordado no tópico anterior, o reconhecimento facial oferece diversas funcionalidades com recursos touchless como o reconhecimento de pessoas com máscara, em grupos maiores de acesso simultâneo e também o bloqueio de acesso de usuários com febre através da utilização de câmeras térmicas no sistema de controle de acesso. Outra vantagem é a integração do reconhecimento facial com o banco de dados que conta com as imagens de todos os usuários já cadastrados. O processo de liberação fica muito mais seguro e rápido.

Um exemplo foi o sistema idealizado e instalado pela Seal no Colégio Ranieri que garante o acesso de alunos e professores através da liberação das catracas de acesso ao colégio mediante o reconhecimento facial por câmeras que inclusive realizam a medição da temperatura e a verificação do uso da máscara, garantindo a segurança de todos.

  1. Acesso via QR Code

Esta solução já é amplamente utilizada na validação de transações bancárias como transferências e pagamentos inclusive por Pix, o que atesta a sua confiabilidade. 

No controle de acesso, a utilização é bastante similar, e tem a mesma função de autorização. Na prática, para acessar um ambiente basta que o usuário aponte seu smartphone com o QR Code aberto do leitor da portaria de acesso. Através da leitura de uma chave digital constantemente modificada, o usuário é identificado e o acesso é liberado instantaneamente.

  1. Gerenciamento de acesso por smartphone

Além do acesso pela leitura do QR Code presente no smartphone, existem outros aplicativos que podem ser baixados nos celulares para o controle de acesso de ambientes por aproximação. Uma solução touchless que libera rapidamente o acesso inclusive de áreas restritas dentro de empresas, indústrias e outras instituições de acesso controlado.

  1. Catraca virtual

Esta solução aumenta a segurança de liberar apenas o acesso de pessoas cadastradas no sistema, além de oferecer vantagens quanto ao controle com o fornecimento de dados como data e horário de acesso, tempo de permanência e informações pessoais dos usuários como nome, documentos, função e nome da empresa. 

A catraca virtual pode ser utilizada também em smartphones e tablets através de dois sistemas: pela leitura do QR Code ou pela associação de cartões NFC (Near Field Communications) que contam com a tecnologia para o armazenamento dos dados acima. 

Além da proteção touchless, a Catraca virtual reduz custo sem a necessidade de se investir em equipamentos ou portarias físicas de acesso. Tudo em um processo flexível, que garante agilidade e melhor controle.

Estas e outras tecnologias touchless para o controle de acesso de usuários oferecem benefícios que vem conquistando o mercado corporativo como proteção para bens patrimoniais, segurança pessoal e;  inclusive com a redução dos riscos de contaminação por Covid-19 com o uso de câmeras térmicas e a captação de dados mais completos sobre os usuários do sistema sem a necessidade de investimento em instalações, infraestrutura e manutenção.

A Seal Telecom, do Grupo Convergint, oferece projetos de controle de acesso elaborados por equipes próprias e altamente qualificadas, antecipando problemas e soluções, diminuindo o prazo de execução e garantindo qualidade final das soluções.

 Para conhecer os modelos apresentados neste artigo e outras possibilidades de controle de acesso e captura de dados, entre em contato com nossos especialistas.

seguranca

Deixe aqui seu comentário:

2020 © Seal Telecom